Coronavírus e condutas em tratamentos para engravidar

Atualização 23/03/2020

Agora é consenso, as mais importantes Sociedades de Reprodução Humana do mundo, a Americana, Europeia, Brasileiras e Red-latino-americana.

 

MULHERES COM TRATAMENTO EM ANDAMENTO:

  1. Pacientes em vigência da estimulação da ovulação para Coito programado. Cancelar tratamentos.
  2. Pacientes em vigência da estimulação da ovulação para Inseminação artificial (AIH). Cancelar tratamentos.
  3. Pacientes em vigência da estimulação da ovulação para Fertilização in vitro (FIV): Independente de terem sintomas ou não, estarem doentes com COVID-19 ou não, devem evitar engravidar. A conduta sugerida cancelar o tratamento após a aspiração folicular é congelar óvulos e/ou embriões.
  4. Pacientes em vigência da preparação do endométrio para transferir embriões após descongelamento. Evitar ao máximo transferência de embriões.
  5. Casos oncológicos devem ser mantidos.

 

MULHERES PLANEJANDO INICIAR TRATAMENTO:

  1. Cancelar tratamentos até passar a Pandemia pelo COVID-19.

 

OUTRAS INFORMAÇÕES ÚTEIS:

  • Mulheres gravidas que adoeçam com coronavírus. Existem poucos relatos, mas mulheres que deram à luz, resultaram em bebês nascidos livres da doença. Apesar de poucos casos, não devemos nos alarmar caso uma grávida adoeça.
  • Em mulheres gravidas com COVID-19 com doença grave correm o risco de necessitar medicamentos contraindicados na gravidez.
  • Casos oncológicos devem ser mantidos.
  • Toda paciente em tratamento para engravidar deve usar todas as condutas recomendadas pelo Ministério da Saúde para evitar contágio por coronavírus. Especialmente lavar muito bem e frequentemente as mãos, evitar levar as mãos ao rosto, evitar aglomerações de pessoas e manter superfícies de trabalho e em casa limpas. Máscaras são recomendadas a pessoas doentes, portadoras de alguma patologia que as torna grupo de risco ou suspeitas de serem portadoras de coronavírus.

Este guia pode ser atualizado a qualquer momento

A Clínica

Dr. Daniel Faúndes atende na clínica Fivmed – Laboratório de Reprodução Humana, antigo Centro de Reprodução Humana. Fundado em 1998, representa a principal clínica de medicina reprodutiva da região e uma das mais importantes do país. Com 560 m² de construção, tem se destacado pelo alto índice de sucesso nos procedimentos de reprodução assistida e pelo pioneirismo na aplicação de novas tecnologias.

Entrar em contato

para agendamentos e dúvidas

Dr. Daniel Faúndes

Médico formado em 1986 pela Universidade de Campinas- UNICAMP. Residência em Ginecologia e Obstetrícia (UNICAMP – 1987-1988), Programa de “Fellowship” em Biologia da Reprodução na Pennsylvania University – EUA (1989-1991), mestrado em Ginecologia pela UNICAMP (1995), e douturado em Ginecologia pela UNICAMP (1997).

Possui inúmeras atividades didáticas a nível nacional e internacional; diversas publicações científicas no âmbito nacional e internacional; membro da Sociedade Brasileira de Reprodução Humana e da American Society of Reproductive Medicine; Especialista em Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASGO e AMB).

Diretor Responsável do antigo Centro de Reprodução Humana, hoje Fivmed – Laboratório de Reprodução Humana, desde sua criação em 16 de abril de 1997.

Título de especialista em Ginecologia e especialista em Obstetrícia (TEGO) pela Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASGO). Título de especialista em Videolaparoscopia e Viodeohisteoroscopia.

Depoimentos